Informe Gospel TV






Parceiros

Reflexão

Ainda que a minha mente e o meu corpo enfraqueçam, Deus é a minha força, Ele é tudo o que eu preciso. (Salmo 73:26)

Deus é fiel e Jesus salva!

Blog

Sobrevivente de massacre em Suzano tem frequentado cultos após tragédia

Sobrevivente do massacre em Suzano, a estudante Rhyllary de Sousa, 15 anos, ganhou destaque na imprensa por aparecer nas imagens do circuito interno da escola lutando contra um dos assassinos. Lutadora de jiu jitsu, a jovem conseguiu se defender e ainda abriu a porta da escola para que outros alunos pudessem sair e se salvar.

A jovem estava no intervalo das aulas tomando café da manhã na cantina da Escola Estadual Raul Brasil naquele 14 de março, acompanhada de uma amiga. Ao ouvir o barulho e reconhecer que eram tiros, ela correu para se esconder. Depois ela resolveu tomar coragem, sair do esconderijo e sair da escola.

“Eu estava assustada, mas busquei uma força que não sei de onde veio, me levantei e disse para todo mundo: vocês precisam tomar coragem. Se a gente ficar parado aqui, vai ser muito pior”, contou ela em entrevista à Folha.

A estudante então correu para a porta e então encontrou o segundo assassino que resolveu ataca-la com uma machadinha. Ele a segurou pelos braços, desferiu socos e tentou derrubar a menina no chão. Mas ela resistiu. “Eu me imaginei no tatame e não deixei ele me derrubar”, conta.

Agora a jovem tenta se recuperar do susto que passou e do sentimento de perda por ter tantos colegas de escola mortos. Para conseguiu suportar essa dor, a jovem tem  frequentado os cultos da igreja Assembleia de Deus.

Neste domingo (17) ela esteve na escola Raul Brasil, onde orou pelas vítimas e agradeceu estar viva. “Quando eu me aproximei do colégio, senti um arame farpado sendo enrolado no meu coração tamanha foi a angústia. E acho que vai ser assim por muito tempo. A gente sabe que a escola nunca mais será a mesma. Nós não somos mais os mesmos.”

Fonte: GP


Categorias

Tragédia